Comparação: lámpada de Sódio 70W x Mercúrio 125W

Comparação: lámpada de Sódio 70W x Mercúrio 125W

Quando nos deparamos com o alto custo de energia elétrica e grandes esforços para conservação de energia em todos os níveis, cumpre a nós técnicos do setor, apresentar alternativas que conduzam à economia racional e tecnicamente eficiente.

Já que a contribuição da ILUMINAÇÃO PÚBLICA na conservação de energia é significativa façamos então uma análise de uma alternativa que há muito vem sendo discutida - o uso da lâmpada de sódio em contraste com a de vapor de mercúrio, mais especificamente entre a lâmpada vapor de sódio ovóide de 70W (VSO-70) e a vapor de mercúrio de 125W (VMC-125). Fabricantes como a PHILIPS e algumas concessionárias onde já se utiliza a lâmpada de sódio manifestam que ambas as lâmpadas possuem a mesma vida média. Outros fabricantes mencionam uma vida útil de 16000 horas para VSO-70 e 14000 para VMC-125.

A depreciação do fluxo luminoso da lâmpada de sódio é menor, tanto que ao final de 14000 horas seu fluxo luminoso é cerca de 60% maior que a lâmpada de mercúrio. Fato consumado é que a eficiência média da lâmpada de sódio é bem maior que a de mercúrio, cerca de 85,7lm/W para VSO-70 e 48lm/W para VMC-125, tendo ambas o mesmo fluxo luminoso nominal de 6000lm.

Note que a lâmpada de Sódio 70W consome menos energia que a lâmpada de Mercúrio 125W (por ter menor potência), mas o nível de Iluminância é igual.

Quanto a desvantagens temos a considerar a cor amarela e espectros luminosos que dificultam a definição de cores. Consequentemente pode haver uma impressão inicial negativa por parte da população. Porém essa mesma cor é na qual o olho humano tem melhor acuidade visual, favorecendo à segurança. Além disso, para instalação externa a dificuldade de identificação de cores não é um problema crítico.

Outra desvantagem seria o fato de exigir ignitor para a partida da lâmpada de sódio, pois torna o conjunto mais vulnerável a problemas, pois é um ponto a mais para defeitos. Por outro lado a lâmpada de Sódio emite bem menos radiação ultravioleta que a de mercúrio, com isso tem-se um benefício social à medida que se diminui a atração de insetos.

Com vantagens e desvantagens existentes entre ambas, o ponto fundamental reside no consumo de Energia Elétrica. Será que seria uma boa opção a lâmpada de sódio ao invés a de mercúrio apesar do custo da lâmpada de sódio ser mais alto? (mais equipamentos).

Apresentaremos a seguir um resumo comparativo entre ambas. Deve-se atentar que o grande dilema realmente recai no fato de que o custo inicial e de manutenção do conjunto sódio (lâmpada + equipamentos auxiliares) é bem maior que o conjunto de mercúrio o que poderia comprometer sua utilização mesmo consumindo menos energia (cerca de 39,6% a menos)

VSO 70 (70 + 14 (perdas no reator) = 84W

VSO 125 (125 + 14 (perdas no reator) = 139W

TABELA COMPARATIVA ENTRE VSO 70W E VMC 125W

Quesitos
Lâmpada de
Sódio (70W)
Lâmpada de Mercúrio(125W)
1 - Custo inicial e substituição alto baixo
2 - Vida útil média 16000 h 14000 h

3 - Depreciação de fluxo luminoso
menor maior
4 - Fluxo luminoso inicial nominal 6000 lm 6000 lm
5 - Reprodução de cor cor amarelada e espectro luminoso que dificulta a identificação de cores problema não preocupante
6 - Ignitor utiliza ignitor (ponto a mais p/ defeito)
não utiliza ignitor

7 - Radio-interferência
com a lâmpada queimada Ignitor continua funcionando, emitindo pulsações que causam radio-interferência não utiliza ignitor
8 - Radiação ultravioleta não atrai insetos atrai insetos
9 - Perdas no reator 14 W 14 W
10 - Vida Útil Média do Reator 6,5 anos 8,4 anos
11 - Consumo mensal (*) 30, 24 kWh (*) 50,04 kWh

(*) Maio/1997
Foi realizado um estudo técnico-econômico em Maio/1997, considerando: preço do reator, preço da lâmpada, custo kWh, vida útil Média das lâmpadas, vida útil média dos reatores, custo inicial total (lâmp. + reatores) e taxa de desconto de 10% aa. Chegou-se a uma conclusão final:

"Com o atual valor da tarifa de energia elétrica, realmente é indicado a utilização do conjunto de Sódio (70W) apesar do custo mais alto de instalação (materiais) e substituição. O conjunto de Sódio (70W) fica cerca de 9% mais barato que o conjunto de Mercúrio (125W) e o fator mais significativo no custo é valor de energia elétrica".

A padronização da lâmpada de Sódio 70W consta nas Normas Técnicas de MATERIAIS DE DISTRIBUIÇÃO - PADRÃO EQUIPAMENTOS e MONTA-GENS DE REDES DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA ambas da CED/CNED juntamente com a lâmpada de sódio 150W.

Maiores detalhes contactar CED/CNED ramal 2754 e/ou as seguintes Normas Técnicas Copel:

MATERIAL DE DISTRIBUIÇÃO - PADRÃO EQUIPAMENTOS

Lâmpada Ovóide a Vapor de Sódio de Alta Pressão tipo VSO-70 811388
Lâmpada Ovóide a Vapor de Sódio de Alta Pressão tipo VSO-150 811390
Reator Externo tipo RES-70, p/ Lâmp. a Vapor de Sódio A.P. 70W 811432
Reator Externo tipo RES-150, p/ Lâmp. a Vapor de Sódio A.P. 150W 811434

 

MONTAGEM DE REDES DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA
Padrões:

I P - 01/70S 849193

I P - 07/150S
849203
Endereço: Rua Cel. Arthur de Godoi, 218 - cep 04018-050 V.Mariana - SP - SP Brasil